Personale Odontologia

Odontologia estética – O que é?

Transformar o seu sorriso. Essa é a função da odontologia estética. Essa transformação acontece por meio da modificação da cor e formato dos dentes, para levar ao paciente a harmonia para todo o rosto.

Nesse sentido, a Personale Odontologia disponibiliza soluções inovadoras aos seus clientes na área de odontologia estética por acreditar que investir na própria aparência é investir em saúde e bem-estar.

As técnicas oferecidas por nossa clínica englobam o clareamento dental, fechamento dos espaços entre os dentes (diastemas), alteração do contorno e da forma dos mesmos, substituição de restaurações que apresentam alterações na cor ou com infiltrações (cáries) e aplicação de lâminas de porcelana ou resina sobre os dentes.

Clareamento dental. Um sorriso mais fácil e claro para todos.

Dentes brancos levam a sorrisos fáceis. Deve ser por isso que nos últimos 5 anos, a procura pelo clareamento dental aumentou em 300%. Este dado se deve a inúmeros fatores, como, por exemplo, a insatisfação com o escurecimento dos dentes de muitos pacientes. Afinal, dentes escuros e com manchas atraem uma atenção negativa, por serem facilmente notados. O clareamento dental é uma solução que gera alto grau de satisfação em nossos pacientes.


- Perguntas mais frequentes -

1 - Essas técnicas são meramente estéticas?
As técnicas utilizadas na odontologia estética não têm apenas fins estéticos. Além de produzir um sorriso mais harmônico, elas facilitam a higienização dos dentes e alinham a mordida, favorecendo a redução de desgaste dos mesmos. e o estresse dos músculos responsáveis pela mastigação, que pode provocar dores de cabeça, no pescoço, ombros e costas.

2 - O metal das restaurações faz algum mal a saúde?
Há divergências sobre o assunto. As obturações ou restaurações de metal, usadas para selar as cavidades provocadas pela cárie, também conhecidas como amálgamas, têm em sua composição o mercúrio, um produto altamente tóxico para o meio ambiente e para o corpo humano. Contudo, não existe estudo específico sobre a interação da amálgama com o organismo.

3 - O que faz os dentes clarearem?    
O material usado é vendido em forma de gel, ao ser aplicado, penetra através do esmalte e reage quimicamente com o pigmento do dente, clareando a área desejada, podendo este ser realizado em casa.  Já no clareamento a laser, a substância utilizada muda um pouco. O processo é realizado no ambiente odontológico, porém, com a mesma finalidade.

4- Como funciona o clareamento dental? Há alguma contraindicação?
É imprescindível que se faça uma sessão de profilaxia (limpeza) antes do tratamento, como em qualquer outra reabilitação estética. O clareamento é indicado em quase 100% dos casos, mas, antes, é necessário fazer uma avaliação dos dentes restaurados, pois materiais como resina e porcelana não clareiam, devendo ser trocados após o tratamento.
Quando aplicado corretamente, ao contrário do que muita gente imagina, o clareamento não enfraquece os dentes. Ele provoca uma mínima sensibilidade dental que logo desaparece com o fim do tratamento.
A técnica é eficiente tanto em dentes que já passaram pelo processo de clareamento como nos que não passaram, lembrando que dentes escurecidos pela tetraciclina (antibiótico) não apresentarão os mesmos resultados.

 5 - O laser dá um resultado melhor?
A luz do laser fornece uma onda de calor que acelera a reação química. Esta reação química acelerada é que faz o dente clarear mais rápido, porém, estudos mostram que o resultado com ou sem o laser são muito parecidos. Neste caso, o que realmente conta é o tempo e a comodidade do paciente – passar uma média de quatro horas no consultório e sair com os dentes mais claros ou usar os produtos durante algumas semanas em casa.

 6 - Há restrição para a ingestão de algum alimento ou produto durante o tratamento?
Sim, alguns produtos e alimentos interferem no resultado do tratamento, principalmente os com coloração escura ou com corante na composição. A restrição é para chás, cafés, chocolates, vinhos tintos, Coca-cola, condimentos como mostarda e ketchup, molho de tomate, entre outros. Contudo, os maiores vilões contra o clareamento são o cigarro e os enxaguantes bucais com clorexidina na composição. Todos esses produtos se forem consumidos durante o processo, podem manchar os dentes e comprometer o resultado do tratamento.

7 - Qual o prazo de validade do clareamento?
Não é eterno, vai depender do estilo de vida de cada paciente. Para quem tem o hábito de fumar ou beber café, os dentes voltam a escurecer em até seis meses. Os pacientes com hábitos mais saudáveis e que evitam os alimentos citados acima podem permanecer com os dentes brancos por dois a três anos.

 

Design: Conectando Pessoas - Criação de Sites e Marketing Digital